Arquivo do autor:José FARHAT

Sobre José FARHAT

Formado em Ciências Políticas (USJ-Beirute) e Propaganda e Marketing (ESPM-São Paulo), tem cursos de extensão ou pós-graduação em: Comércio Exterior (FGV-São Paulo), Introdução à Teoria Política (PUC-São Paulo), Direito Internacional (PUC-SP) e cursou Filosofia no Collège Patriarcal Grec-Catholique (CPGC-Beirute). Domina os idiomas: Árabe, Francês, Inglês e Português e tem artigos publicados sobre Política Internacional, no Brasil e no Líbano. É ex-Diretor Executivo e atual Conselheiro do Conselho Superior de Administração da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira; foi Superintendente de Relações Internacionais da Federação do Comércio do Estado de São Paulo e é seu atual membro do Conselho de Comércio Exterior e atual Diretor do Centro do Comércio do Estado de São Paulo. É ex-Presidente e atual Diretor de Relações Internacionais do Instituto da Cultura Árabe.

Os tradutores árabes fizeram muito mais que somente preservar a filosofia grega (1)

Autoria: Peter Adamson Tradução e Comentários: José Farhat Na antiguidade europeia, os filósofos em grande parte escreveram em grego. Mesmo depois da conquista romana do Mediterrâneo e a cessão do paganismo, a filosofia foi fortemente associada à cultura helênica. Os … Continuar lendo

Publicado em Assuntos pan-árabes, Cultura Árabe, Fatos e Pessoas a serem lembrados, Fatos e Pessoas memoráveis, Literatura | Deixe um comentário

Indícios da culpa de Israel na morte de Hammarskjöld

Nós tivemos o nosso Hammarskjöld, na pessoa de Bandeira de Melo, que igualmente deu a sua vida à busca da paz. Ambos merecem eterna gratidão da humanidade. Dag Hammarskjöld, cujo nome completo é Dag Halmar Agne Hammarskjöld, nasceu em 1905 … Continuar lendo

Publicado em Ameaças à Paz Mundial, Falácias em torno de Israel e do Sionismo, Fatos e Pessoas a serem lembrados | Deixe um comentário

A Feira Internacional de Damasco

Raros são os meios de comunicações que noticiaram uma boa nova a respeito da Síria; se de uma má notícia se tratasse, o fato estaria estampado em muitas primeiras páginas, inclusive, entre nós: Estadão, Folha, Globo et caterva. Felizmente, nada … Continuar lendo

Publicado em Ameaças à Paz Mundial, Assuntos sírios | 2 Comentários

Brilha quem tem luz

Osias Wurman, como jornalista, honra a profissão – digo-o tranquilamente, apesar de divergirmos consideravelmente; mas, como Cônsul Honorário de Israel no Rio de Janeiro, é certamente ele, o profissional jornalista, quem honra o país que representa, e não o contrário. … Continuar lendo

Publicado em Assuntos palestinos, Falácias em torno de Israel e do Sionismo | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

“As forças armadas das Nações Unidas atacam Israel”

Mais ridículo e falacioso que o título deste comentário, de longe, é aquele do artigo de Giulio Meotti intitulado The UN declares War on Judeo-Christian Civilization (As Nações Unidas declaram Guerra contra a Civilização Judaico-Cristã). Giulio Meotti é jornalista, com … Continuar lendo

Publicado em Assuntos libaneses, Assuntos palestinos, Assuntos pan-árabes, Assuntos sírios, Falácias em torno de Israel e do Sionismo | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Desmistificando o Islã – Fanatismo

            O Islã não é ocidental, mas não seria justo considerá-lo tão somente oriental. Estranho ao mundo genuinamente moderno, para quem o conhece, ele é sobremaneira adaptado às condições nas quais vivemos. O Ocidente na verdade jamais conheceu o Islã. … Continuar lendo

Publicado em Assuntos de Religiões | Deixe um comentário

Quando surgiu o terrorismo?

Até em blog no Estadão surgiu a pergunta: “Porque não havia terrorismo associado ao Islamismo, antes dos anos 1980”. Respondi há mais de um ano e até hoje minha resposta não foi publicada. Talvez eu não tenha visto a resposta … Continuar lendo

Publicado em Assuntos de Religiões, Assuntos libaneses, Assuntos palestinos, Falácias em torno de Israel e do Sionismo | Deixe um comentário