Não se sabe de onde vem o primeiro tiro

Líbano, Síria, Iraque e Irã representam preocupação permanente, mas há outra prevenção atordoante na atualidade: uma nova ameaça que emergiu e pode criar as condições para o início da III Guerra Mundial. Não há exagero nisto.

Neste exato momento, minha gente, duas nações hostis, com 650.000 soldados armados até os dentes estão dos dois lados da linha que os separa e eles têm um arsenal de cerca de 230 ogivas nucleares na jogada.

Ambos estão com os dedos nos gatilhos, mas ninguém pode dizer com certeza quem vai dar o primeiro tiro.

A Rússia, de seu lado, está empreendendo uma série de testes perigosos que estão preocupando gente a milhares e milhares de quilômetros de distância com lançamentos contínuos de novo tipo de mísseis balísticos intercontinentais.

Os Estados Unidos já sabem, apesar da burrice CIAtica que em matéria de drones não estão mais sozinhos, o que torna esta arma inútil quando dois a tem;. Como foi no caso das armas nucleares e razão de Israel não querer que o Irã tenha sua capacidade nuclear rivalizando com a do estado que se quer judeu – fazendo uso indevido da Religião abraâmica.

Silêncio em Washington e Moscou e ninguém está nos dizendo absolutamente nada a respeito dessa história que está ameaçando o planeta neste exato momento.

Cuidem-se que lá vem ameaça à nossa tranquilidade e segurança.

José Farhat

07/10/2014

Anúncios

Sobre José FARHAT

Formado em Ciências Políticas (USJ-Beirute) e Propaganda e Marketing (ESPM-São Paulo), tem cursos de extensão ou pós-graduação em: Comércio Exterior (FGV-São Paulo), Introdução à Teoria Política (PUC-São Paulo), Direito Internacional (PUC-SP) e cursou Filosofia no Collège Patriarcal Grec-Catholique (CPGC-Beirute). Domina os idiomas: Árabe, Francês, Inglês e Português e tem artigos publicados sobre Política Internacional, no Brasil e no Líbano. É ex-Diretor Executivo e atual Conselheiro do Conselho Superior de Administração da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira; foi Superintendente de Relações Internacionais da Federação do Comércio do Estado de São Paulo e é seu atual membro do Conselho de Comércio Exterior e atual Diretor do Centro do Comércio do Estado de São Paulo. É ex-Presidente e atual Diretor de Relações Internacionais do Instituto da Cultura Árabe.
Esse post foi publicado em Ameaças à Paz Mundial. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s